12 principais erros de quem faz dietas

Os 12 maiores erros de treino e nutrição que devem ser evitados para queimar gordura (dieta – fase de definição)!

Quando o verão está chegando, mais e mais pessoas na academia querem tirar suas almofadas gordas, porque é difícil escondê-las sob um pulôver de tricô grosso no verão. O desejo e a busca por um corpo definido é grande, assim como a motivação no início. Para planejar ou planejar uma dieta bem-sucedida, pelo menos o conhecimento básico deve estar disponível para que a dieta não vá na direção errada após 2 semanas. A resistência também deve ser forte, porque uma dieta bem-sucedida por muito tempo não dura apenas 10 dias, mas um pouco mais. A melhor dieta não existe. Cada corpo funciona de forma diferente – um queima gordura muito rapidamente, o outro, infelizmente, apenas com grande dificuldade. Um tem um metabolismo rápido, o outro, por sua vez, tem metabolismo bastante lento. Outros pontos como trabalho, altura, peso corporal, necessidade calórica, etc. também devem ser levados em consideração ao fazer dieta. Agora queremos ajudá-lo a tornar sua dieta mais fácil e para que você tenha sucesso mais rápido, evitando esses 12 erros de treinamento e nutricionais – independentemente se você é grande ou pequeno, tem um metabolismo rápido ou lento, ou se você tem três ou mais exercícios cinco vezes por semana.

Evite esses 12 erros de exercícios e dieta para ver resultados mais rápidos:

Erro # 1 – Muitos
exercícios cardiovasculares O treinamento de resistência para a construção muscular e o treinamento cardiovascular para a perda de gordura é um senso comum. Em geral, nada fala contra …
Para evitar mal-entendidos desde o início: Claro, você deve se concentrar no treinamento cardiovascular durante a fase de dieta. Mas se você se concentrar apenas no cardio porque queima mais calorias com ele, está cometendo um grande erro! Porque mesmo durante a fase de dieta, o treinamento de força deve ser um pilar importante do seu plano de treinamento. O treinamento de força estabiliza a massa muscular e assim mantém alta a taxa metabólica basal, de forma que você queima mais calorias 24 horas por dia do que se negligenciar este importante pilar e perder músculos, como é o caso de uma dieta sem treinamento de força. 
Recomendamos que aumente ligeiramente o seu treino cardiovascular, semana a semana, e no início da dieta não faça mais do que 3 unidades cardiovasculares com um máximo de 30 minutos cada.

Erro # 2 – Falta de controle do sucesso
Use vários fatores para controlar o sucesso. Além do reflexo no espelho, antes / depois das fotos e das escalas, você definitivamente deve fazer medições regulares da gordura corporal com um Fatcaliper. Essa é a única maneira de mostrar se a perda de peso vem de gordura ou massa muscular.

Erro # 3 – Adicionar poucas calorias ao seu corpo
Mesmo que seja inicialmente conveniente reduzir drasticamente as calorias para uma dieta bem-sucedida, isso também pode levar a um grande erro. Dietas radicais que são muito extremas não são saudáveis ​​para você e seu corpo, nem representam o sucesso de uma dieta sustentável! Muito pelo contrário: depois de ter sido capaz de registrar sucessos de dieta bons e rápidos na balança pela primeira vez (no entanto, isso é em grande parte uma questão de água e também de músculos), seu corpo se ajusta a um platô com a mesma rapidez. A razão é que seu metabolismo se ajusta rapidamente à ingestão drasticamente reduzida de nutrientes. Isso é agravado pelo fato de que seu corpo ataca fortemente a massa magra metabolicamente ativa (e, portanto, queima de calorias) dos músculos com dietas radicais e, por assim dizer, os metaboliza. Para continuar perdendo peso você teria que reduzir a ingestão de calorias para o abismo. Caso contrário, se a ingestão de calorias for normalizada novamente, os quilos que foram perdidos, geralmente ainda mais, são rapidamente restaurados, com a triste mudança de massa muscular para mais massa gorda.
Recomendamos que você não reduza radicalmente suas calorias, mas sim semana após semana!

Erro # 4 – Treino muito “relaxado”, intensidade insuficiente
Treinos curtos, mas difíceis na dieta

A intensidade do seu treinamento é mais importante do que um longo período de treinamento, independentemente de você estar fazendo cardio ou força. Porque, se você não der tudo de si durante o período de treinamento, que se espera não muito longo, estará renunciando a um importante efeito calórico do treinamento, o efeito pós-queimadura. Você pode comparar o efeito de pós-combustão com um motor funcionando em velocidade máxima, que fica visivelmente aquecido por um longo tempo. A situação é semelhante com o treinamento de alta intensidade, onde o metabolismo fica tão alto que ainda aumenta 24 horas após o treinamento, o que significa que você queima mais calorias durante todo esse tempo!  
Recomendamos que você mude de marcha durante o treinamento – aumente o sucesso de sua dieta!

Erro # 5 –
Praticar exercícios por muito tempo Se você é uma daquelas pessoas que faz dietas por 120 minutos ou mais, então está cometendo um grande erro que está afetando o sucesso de sua dieta! Se você treinar por muito tempo, seu corpo libera cada vez mais o hormônio cortisol, que é catabólico (degradante muscular).
Recomendamos que você limite o treino a 45-70 minutos. Curto e intenso, esta é a chave do sucesso.

Erro # 6 – Fazer muitas repetições
Esta prática comum realmente não faz sentido, porque as repetições acima de 15 não definirão seu músculo de nenhuma maneira particular, nem o construirão de forma eficaz.
Você não perderá gordura sobre os músculos ao longo de um grande número de repetições. Seria melhor se você hipotrofiasse seus músculos na faixa de 6-12 repetições e a gordura que você perde através de uma dieta bem elaborada em uma dieta alimentar! Da mesma forma, você não perderá gordura no estômago com 100 abdominais – os exercícios existem para construir músculos e não para perder gordura em certos lugares. A dieta é responsável por isso!

Erro # 7 –
Adicionando Muitas Calorias ao Seu Corpo Um erro comum cometido na fase de dieta é que o corpo está adicionando muitas calorias. Uma dieta só pode funcionar de maneira ideal se o balanço energético for negativo, ou seja, mais calorias são queimadas do que consumidas. Você deve sempre ter isso em mente!

Erro # 8 – Ingerindo  muito pouca gordura
Sem gordura, seu corpo tem dificuldade em perder gordura. Seja mais cuidadoso com a ingestão de carboidratos durante sua dieta e adicione quantidades moderadas de bons ácidos graxos, como ômega-3, ao seu corpo. A gordura mantém seus níveis de hormônios que queimam gordura, como a testosterona em homens, em níveis elevados durante uma dieta. Com pouca gordura, no entanto, você também tem uma desvantagem hormonal ao perder peso.

Erro # 9 – Pouca proteína em sua dieta
A proteína protege os músculos da degradação, mantendo assim o seu metabolismo elevado. Pouca proteína na comida significa que seu organismo obtém a proteína de seus músculos e a decompõe, o que também está associado a um consumo de calorias significativamente menor.
Recomendamos que você consuma pelo menos 2-3 g de proteína por kg de peso corporal dos alimentos durante uma dieta e complemente sua ingestão de proteína com shakes de proteína, por exemplo.

Erro # 10 – Muitos carboidratos
Frutas e vegetais contêm carboidratos, e consumir muitas frutas pode desacelerar sua dieta! Mesmo que esses alimentos sejam considerados dietéticos, eles devem ser consumidos apenas de forma limitada. Se possível, tente limitar a ingestão de carboidratos pela manhã, antes e depois do treino, e evite carboidratos, especialmente no final da tarde!
* Observe o tipo de metabolismo.

Erro # 11 – Negligenciar exercícios básicos / pesos livres
Faça exercícios básicos durante a fase de dieta! A razão para isso é que você envolve mais articulações e músculos nos exercícios básicos livres do que no caso dos “exercícios de definição” como a borboleta, o que resulta em um consumo calórico significativamente maior, melhores níveis de hormônios e melhor estabilização da massa muscular!

Erro # 12 – Negligenciar o tipo de corpo
Saber que tipo de corpo você é é tão importante na construção de músculos quanto na fase de dieta e definição. Somente aqueles que conhecem seu tipo de corpo podem otimizar sua dieta e treinamento de acordo. Basicamente, é feita uma distinção entre 3 tipos de corpos diferentes.

Similar Articles

Comments

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertismentspot_img

Instagram

Most Popular